quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Remédio para lombriga (via @bolafm)

Quatro lombrigas são colocadas em quatro tubos de ensaio separados
- a 1ª, em álcool
- a 2ª, em fumo
- a 3ª , em esperma
- a 4ª em água mineral
No dia seguinte, o professor mostra o resultado
- a 1ª, lombriga em álcool morta
- a 2ª, no fumo do cigarro morta 
- a 3ª em esperma morta 
- a 4ª em água mineral é a única viva e saudável.
O professor pergunta á classe:
- o que aprendemos com esta experiência?
E "de pronto ", joãozinho responde
Quem bebe, fuma e trepa não
tem lombriga!!

sábado, 24 de setembro de 2011

O Satélite caiu em Novo Hamburgo

No ano em que comecei no jornalismo -e isso aconteceu em outro século- uma das grandes efemérides para as quais a rádio em que trabalhava formou equipe e programou cobertura especial, foi a que tentou relatar a queda do satélite Skylab. Até então o imaginário popular não fazia idéia de que uma geringonça daquelas podia voltar ao planeta por si só, assim como um refluxo de maré.

Fomos todos mobilizados pelo diretor da emissora, saudoso Flavio Alcaraz Gomes, um aficcionado pela "conquista do espaço" que passou os anos 60 criando incansáveis programas de rádio descrevendo aquela nova realidade que, de repente, deixava de ser ficção científica. Até hoje não entendi muito bem porque foi que montamos equipe de cobertura para a eventual queda de um satélite, o qual ninguém tinha a mínima idéia de onde cairia, assim como este que está caindo agora. Sensacional essa Nasa, não é mesmo? São capazes de mandar um homem à Lua e o trazer de volta, enviarem sondas espaciais e robôs até os quintos do universo, mas não conseguem calcular a que horas e onde um monstro do tamanho de um ônibus vai cair sobre nossas cabeças.

Assim sendo pára o mundo inteiro, olhando pra cima -menos quem foi ao Rock In Rio, pois estes estão olhando estrelas do passado- na angústia de imaginar que um simples pedaço da espaçonave, que não derreteu ao reentrar na atmosfera, pode destruir sua casa e liquidar com sua única vida.
Acho que foi neste sentimento que alguns acabaram se empolgando na cobertura do Skylab e, quando todos já estávamos embuídos no espírito de que o plantão era inútil, um de nossos reporteres entra no ar "em edição extra-ordinária" e ao gritos informa que o laboratório espacial estava caindo sobre Novo Hamburgo. Não apenas toda a equipe se mobilizou em direção à capital do calçado, como também a concorrência e lá se foi o grosso da mídia gaúcha procurar o satélite caído sobre nossas cabeças, no vale do Sinos.

Não havia celulares àquela época e, até que a confirmação da queda do Skylab fosse definitivamente negada, um breve período de "A Guerra dos Mundos" se estabeleceu na região metropolitana de Porto Alegre, para gáudio de Alcaraz, que sempre se considerou uma esspécie de Orson Welles do rádio sulriograndense.

Claro que tudo não passou de uma grande barriga e até hoje ninguém sabe o que passou pela cabeça do reporter que garantiu ver o satélite norte-americano despencar do céu sobre a pacata Novo Hamburgo. Hoje, motivo de risadas, mas à época lembro bem que o gerente da rádio jurou que estrangularia o tal reporter assim que ele pusesse os pés na emissora novamente, o que não aconteceu e terminou por catapultar a carreira do colega em outros veículos da nossa imprensa falada.

quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Com o saco cheio dos novos foquistas que insistem em ocupar todas as trincheiras disponíveis para usar a palavra na tentativa de provar aquilo que 9 anos de governo deles NÃO se mostrou capaz, ou seja: mudar o estado das coisas em favor da maioria -aproveito o ensejo para lembrar que o fato de boa parte da população brasileira estar de saco cheio de tanta corrupção não é uma campanha "tucana".
É apenas uma demonstração popular de que ESTAMOS DE SACO CHEIO e que não vale corrupção entre aqueles que se dizem amiguinhos dos excluídos, tanto quanto não vale de tucanos, papagaios ou quaisquer corruptos, voadores de plumagem ou travestidos de João Ferrador.
É simples assim! Somente uma demonstração de saco cheio. O país não avançará enquanto se conviver com o argumento de que "estamos apenas fazendo o que todos fizeram antes".
Chega, é hora de mudar o perfil deste país. O que mais tem é dinheiro público, vindo do bolso dos extorquidos "contribuintes". Quem torce pelo fracasso das manifestações contra a corrupção é conivente, participante, ou então burro demais pra perceber que o número de manifestantes cresce a cada protesto.

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Neste dia 17 de setembro, o trio Gotan Project volta a Porto Alegre para mostrar, no Pepsi on Stage, sua elegante mistura de tango com música eletrônica.
Formado no fim da década de 90, o trio Philippe Cohen Solal (França), Eduardo Makaroff (Argentina) e Christoph H. Müller (Suíça) foi um dos responsáveis por popularizar um gênero ainda em ascensão na época: o tango eletrônico. Com o primeiro disco, La Revancha del Tango, trouxe à tona a doce vingança do estilo bem conhecido por argentinos e brasileiros. Desde então, o Gotan Project tem sido referência em casas conhecidas no mundo inteiro, seja em clubes famosos de Nova Iorque ou nas praias do Rio de Janeiro.
         O segundo trabalho, Lunático (2006), mostrou uma veia mais orgânica e também marcou a aproximação com o jazz. O estilo passou a ser imitado, levando o Gotan a ficar cada vez mais conhecido.  Agora, com mais de dois milhões de álbuns vendidos e cerca de 400 apresentações, eles colocam no mercado o elogiado Tango 3.0.
         Se La Revancha del Tango figurou na lista dos top 100 do The Guardian, o novo trabalho vai conduzir o grupo a um novo patamar. Neste momento, o som da banda não incorpora apenas uma visão cinematográfica de Buenos Aires, mas também do blues nascido no delta do Mississipi, de New Orleans a Nashville, passando pelas ruas movimentadas de Nova Iorque. Um mistura musical que precisa ser vista para que se tenha noção de sua beleza!


GOTAN PROJECT
Onde:                
Pepsi on Stage (Av. Severo Dullius, 1995)
Quando:
17 de setembro, sábado, a partir das 22h
Ingressos:
Mezanino: R$ 150,00
Vip: R$ 200,00
Camarote (com mesa e assentos para seis pessoas): R$ 1500,00
Camarote individual (assento com mesa compartilhada): R$ 250,00
* Os camarotes são vendidos apenas pelo telefone: (51) 3211-2838
Disque Opinião: (51) 8401-0104
Informações:

sábado, 10 de setembro de 2011

Respeito até em duas rodas

Um grupo vem difundindo via Facebook (http://www.facebook.com/photo.php?fbid=1754080407508&set=a.1404352224522.2052137.1103865251&type=1&theater) uma campanha para que os motoristas brasileiros lembrem da importância em deixar as vagas especiais para portadores de deficiência livres, para estas pessoas usarem.
Gosto desta placa de trânsito que encontrei em Bari, Itália, proximo à Basílica de San Nicolas. Diz tudo.
2º Curso de Formação Básica de Degustador de Cachaças

mais compacto, mais prático e precioso,
a ser ministrado pelo Cachaçólogo e Degustador Profissional de Cachaças

Marcelo Câmara,

considerado, internacionalmente, o maior especialista em cachaça.


Dia 6 de outubro, quinta-feira, no Hotel Vermont,
em Ipanema, Rio de Janeiro, RJ,
das 14h às 18h
Contato

quarta-feira, 7 de setembro de 2011

Sai a safra de inverno, irriga-se a do verão

Brasil sul, fronteira com Uruguai, onde já começou o plantio da próxima safra de arroz. Aqui a taipa já foi rasgada para inundar o campo onde começa a brotar arroz irrigado. Espetáculo que vai parar nas nossas mesas a partir de março

sexta-feira, 2 de setembro de 2011

A carroceria, o carroceiro e a carroça

Vinha caminhando pela rua Santos Dumont, quando pensei ver algo em que não acreditei. Fiz questão em me aproximar e conferir. Isto estava mesmo acontecendo. Precisavam ver a felicidade do carroceiro em direção ao ferro velho. Perguntei:"livrou o feriado?" Ele sorriu e corrigiu:"livrei o mês".



quarta-feira, 31 de agosto de 2011

Gangue da Harmonia

Durante o mês de agosto as redes sociais mobilizaram o Rio Grande do Sul numa velocidade e efervescência que chegou a lembrar um episódio ocorrido há meio século, no tempo do rádio, que foi a campanha da Legalidade. Um artista gaúcho estava sendo processado pela Casa do Povo -vulgo Assembléia Legislativa- por ter publicado no Youtube uma canção onde chamava os deputados que se auto concederam um aumento que dobrava os salários, em meio as festas de fim de ano, por Gangue da Matriz. O deputado que ocupava o trono de presidente do legislativo gaúcho, pilhado por seus pares, chamou para si a defesa da corporação colocando em próprio nome a ação movida contra o cantor e compositor Tonho Crocco. Foi o que bastou para cair o mundo, via redes sociais, a partir de Porto Alegre uma vez mais, num movimento que tomou o planeta como rastilho de pólvora. A ponto de um grupo hacker de fora do RS e com radicais espalhados pelo globo defenestrar o site da assembléia. A intensidade do movimento foi suficiente para que o ex-presidente da Casa do Povo retirasse a ação movida contra o artista.

Isto passado, tomei um chope com Tonho Crocco, momento de muitas risadas pois o cara além de criativo é culto e de bem com a vida, quando entrei de sola e perguntei se ele não escreveria a canção Gangue da Harmonia, já que naquele dia os vereadores da Capital Gaúcha replicaram seus pares da assembléia e se auto concederam um aumento de 74%, retroativo ao começo do ano. A resposta veio seca:"vamos deixar a criatividade dos demais artistas locais se manifestar". Fiz menção imediata no twitter, ao que um seguidor do artista esclareceu da forma sucinta e direta como só a prática de escrever mensagens nos 140 caracteres do miniblog permitem:"se continuar fazendo músicas sobre as barbaridades cometidas pelos parlamentares isso vai virar ópera rock". Touché. O artista não pode se deixar pautar por um único tema. Seu trabalho estava feito e o dever cumprido com Gangue da Matriz.

Agora vem a notícia de que Tonho tinha razão. Nem precisou de música para evidenciar o descaso com a opinião pública dos parlamentares deste sul de mundo com a população que os sustenta. O Ministério Pública pilhou o Tribunal de Contas do Estado que, em decisão cautelar, suspendeu o aumento dos vencimentos dos titulares da Câmara Municipal de Porto Alegre. E mais do que rápido a presidente da casa se adiantou em chamar a mídia e deixar bem claro que não seguiria os passos escorregadios trilhados por seu par na assembléia:"se o TCE julgar que o aumento é inconstitucional o assunto está encerrado".
Ou seja: se no evento Gangue da Matriz o artista deu voz ao povo que fez o Rio Grande fervilhar no mês de agosto, deixando para o arquivo a tentativa de coação oficial de uma revolta encarnada pela população, a capital deste estado não poderia entrar setembro aceitando uma desfaçatez do mesmo quilate tornar-se real. Desta vez, as entidades públicas, sustentadas pelos impostos da população local é que tomaram à frente e trouxeram luz a mais este episódio de trevas.

Tonho Crocco não precisará lançar um "box" de discos contendo uma ópera rock sobre gangues parlamentares. Algum bom senso surgiu desse furdunço, mesmo que este escriba não acredite que o TCE venha a julgar o aumento como inconstitucional e tudo tornará como dantes no quartel de Abrantes.

segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Herança da Fazendeira

Uma semana com tanta chuva merece começar com algum humor. Tipo rir pra não chorar. Lá vai


A vovó estava morrendo e manda chamar o neto.
- Meu querido, vou morrer em breve, mas quero 
que você saiba que vou te deixar minha fazenda, 
os tratores e debulhadoras, os cavalos,vacas, 
cabras e muitos outros animais, o estábulo e 
todas as plantações, além de R$ 2.450.000. 
Cuida de tudo com muito cuidado.
- Eitaaa vó, eu nem sabia que a senhora 
tinha uma fazenda. Onde fica?
A avó dá um último suspiro antes de 
morrer e responde:
- No Facebook. 

terça-feira, 16 de agosto de 2011

Isso é tudo tão ontem

O dia foi longo, mas não podia perder a oportunidade de escrever isso hoje. Afinal na velocidade acrescentada pelas redes sociais à informação que circula na internet, amanhã o assunto corre o risco de estar velho. 


Faz 3 semanas, subi a serra ouvindo as rádios no meio do caminho e cheguei a Bento sem a principal informação daquele sábado. Ao entrar no plenário do #TwitterMix desvirtualizo @SoniaBertocchi que, ato contínuo dá em primeira mão:"morreu Ami Winehouse". Passaram-se as duas horas do debate inicial e quando chega ao fim a palestra de Sonia, que seguia a abertura, comuniquei que, no twitter, já havia reclamações sobre como o tema "morte da popstar drogadicta" já tinha enchido o saco, era assunto de ontem. Hoje então, falar sobre a morte de Amy Wynehouse parece assunto de Museu da Imagem e do Som.


Há duas sextas-feiras, o fim de semana iniciou com a inserção do comercial da Nissan Frontier, Malditos Pôneis. Virou TT imediato no Twitter e assim foi madrugada adentro. Eu assistia ao lado do caçula e ambos demos muitas risadas. Quando descobrimos o material preparado pela agência de propaganda na internet então, foi festa noite afora. Um mísero dia depois e a Bradesco Seguros coloca no ar o filme Biafra, que dispara nos TTs e deixa os adoráveis Malditos Pôneis para trás. Para ontem, pensando bem.


Neste fim de semana, um trabalho iniciado anteriormente, atingiu seu auge na madrugada de domingo para segunda-feira: o case Nova Ipanema. Durante uma quinzena uma estratégia de marketing bem executado pulverizou um "hoax" sobre uma pretensa mudança na programação da rádio roqueira dos gaúchos da região metropolitana. A tal nova programação teria uma linha popular jovem, classe CD, sepultando a história de quarto de século da emissora que começou tocando o lado B dos velhos compactos vinis.
Durante toda a madrugada e ao longo do dia seguinte, a rádio do "n" rodou apenas um playlist popular, com vinhetas pré-gravadas no lugar dos rebeldes locutores que fizeram a história dessa célula de resistência. Ao ponto de rodar Ivete Sangalo, Luan Santana e Justin Bieber. Foi como se tirassem o ar de uma legião fiel de ouvintes. Eles preferiam morrer a ver seus objeto de adoração transformar-se naquilo.
Ao longo dessas quase 20h, a quantidade de mensagens, twitters, participações na página do Facebook, torpedos e emails acumulados foi o suficiente para os responsáveis pela manutenção do bastião da rebeldia radiofônica da Capital Gaúcha poderem apresentar argumentos irrefutáveis aos gênios de São Paulo, que insistem em transformar o canal numa rádio popular, que uma revolução pode acontecer nos pampas se acabarem com a Ipanema. Até que foi divulgada a notícia de que tudo não passava de uma "pegadinha".
Foi "marketing de guerrilha"? Eu diria que foi mais que isso, travou-se uma batalha da guerra travada contra o poder central da Rede Bandeirantes SP. Só pessoas que não se encaixam no perfil de audiência da rádio e gente mal humorada não conseguiu dar risadas de tudo isso. Afinal, a batalha foi ganha com louvor, pois o case é o grande sucesso desta segunda-feira.


Mas isso foi ontem e já é quase amanhã. Isso é tudo tão ontem..!

quinta-feira, 11 de agosto de 2011

Um caixa "especial". Momento positivo do dia

Estamos sempre com pressa. Então, nesta manhã, saindo da aula de italiano e no caminho para a academia, parei no Zaffari para pegar duas coisas, afinal aquilo não me retardaria nem 10 minutos.
Escolhidas as compras, dirijo-me a um caixa com pouca fila, no que me surpreendo com a lerdeza do atendimento. Olhei bem e reparei que tudo era devagar porque a menina fazendo o serviço de caixa e empacotamento das compras era portadora de síndrome de Down.
Primeira reação do estressado: "mas quem é que coloca uma pessoa assim para atrasar o cliente num supermercado?" Ato contínuo pensei em trocar de caixa, mas subitamente o anjinho azul mandou seu antagonista vermelho às favas e sussurrou em meu ouvido:"por que não espera tua vez e observa, enquanto isso?" Foi o que fiz.

A menina aparentava vinte e poucos anos e fazia toda a operação de forma binária, passando calmamente cada objeto no scanner, colocando-o confortavelmente no balcão e posteriormente pegando as bolsas e empacotando ítem por ítem com muita segurança.

Primeira reação do já desestressado: se uma pessoa portadora de uma dificuldade funcional tão importante é capaz de exercer esta função, por que é que tem gente considerada "normal" ocupando a mesma vaga? Se está provado -ela podia ser lenta, mas não errou- que a função pode ser executada por uma portadora de síndrome de Down, por que todas as outras caixas não são ocupadas por pessoas semelhantes e treina-se as atuais caixas para operações mais sofisticadas que requerem uma agilidade maior?

Daí o diabinho vermelho saiu do seu silêncio abjeto e gargalhou:"porque as outras não tem capacidade para mais. São umas toupeiras".
Ponto pro Zaffari que treinou a guria e apostou nela. Ponto pra ela, uma vitoriosa que não se abateu com a dificuldade que a vida lhe impôs e consegue se sustentar com um trabalho digno. E ponto pro vermelhinho, pois temos de concordar com ele: aquelas toupeiras que em geral nos atendem nos caixas de supermercados testam o limite de nossas paciências com suas estupidez e incompetência.

quarta-feira, 10 de agosto de 2011

Não desperdice seu tempo

Publico assim como recebi. Até que faz algum sentido

Queridos amigos Como tenho me dedicado a leitura nos ultimos dias resolvi apresentar a voces um breve resumo de algumas obras que li. William Shakespeare Romeu e Julieta 821 paginas. Dois adolescentes doidinhos se apaixonam, mas as famílias proíbem o namoro, as duas turmas saem na porrada, uma briga fodida, muita gente se machuca. Entao, um padre filho da puta tem uma ideia idiota e os dois morrem depois de beber veneno, pensando que era sonifero. Fim. ******** Gustave Flaubert: Madame Bovary. 778 paginas. Uma dona de casa mete o chifre no marido e transa com o padeiro, o leiteiro, o carteiro, o homem do boteco, o dono da mercearia e um vizinho cheio da grana. Depois entra em depressao, envenena-se e morre. Fim. ****** Leon Tolstoi Guerra e Paz. Paris, Ed.Chartreuse. 1200 paginas Um rapaz nao quer ir à guerra por estar apaixonado e por isso Napoleao invade Moscou. A mocinha casa-se com outro. Fim. ******** Marcel Proust: A La recherche du temps perdu. (Em Busca do Tempo Perdido) Paris, Gallimard. 1922. 1600 paginas. Um rapaz asmatico sofre de insonia porque a mae não lhe daá um beijinho de boa-noite. No dia seguinte (pag. 486 vol. I), come um bolo e escreve um livro. Nessa noite (pag.1344, vol.VI) tem um ataque de asma porque a namorada (ou namorado?) se recusa a dar-lhe uns beijinhos. Tudo termina num baile (vol. VII) onde estao todos muito velhinhos - e pronto. Fim. ******** Luis de Camoes: Os Lusiadas. Editora Lusitania Um poeta com insonia decide encher o saco do rei e contar-lhe uma historia de marinheiros que, depois de alguns problemas (logo resolvidos por uma deusa super gente fina), ganham a maior boa vida numa ilha cheia de mulheres gostosas. Fim. ********* William Shakespeare Hamlet Esse e foda. Um principe com insonia passeia pelas muralhas do castelo, quando o fantasma do pai lhe diz que foi morto pelo tio que dorme com a mae, cujo homem de confianca é o pai da namorada, que, entretanto, se suicida ao saber que o principe matou o seu pai para se vingar do tio que tinha matado o pai do seu namorado e dormia com a mae. O principe mata o tio que dorme com a mae, depois de falar com uma caveira e morre assassinado pelo irmao da namorada, a mesma que era doida e que tinha se suicidado. Fim. ******** Sofocles: Edipo-Rei Maluco tira uma onda, nao ouve o que um ceguinho lhe diz e acaba matando o pai, comendo a mae e furando os olhos. Por conta disso, seculos depois, surge a psicanalise que, enquanto mostra que voce vai pelo mesmo caminho, lhe arranca os olhos de cara em cada consulta. Parada muito doida. Fim. ********* William Shakespeare Othelo Um rei otario, tremendo ze-roela, tem um amigo muito filho da puta que so pensa em faze-lo de bobo. O malandro, nao ganha um cargo no governo e resolve se vingar do rei, convencendo o de que a rainha está dando pra outro. O ze mane acredita e mata a rainha. Depois descobre que não era corno, mas apenas muito burro por Ter acreditado no traíra. Prende o cara e fica chorando sozinho. Fim. Pronto! Você economizou a leitura de pelo menos 7.000 páginas e R$ 2.500,00 em livros, e agora pode comprar a sua Playboy e ainda tirar uma onda de intelectual!!! 
Atenciosamente, PAULO SCHARLAU Em tempo Não sou analfabeto. Tentei nao usar acentuacao e cedilha para evitar os erros.

terça-feira, 9 de agosto de 2011

Solidariedade racional

Atenção pessoas queridas das redes sociais: durante esta quinzena de agosto, compartilhem um pouco do afeto e denodo que dispensam aos amiguinhos de 4 patas e canalizem um pouco desta energia prestando atenção a alguns amiguinhos bípedes. 

A sequência de chuvas já faz um número mais alto de desabrigados do que as estruturas públicas podem amparar no Rio Grande do Sul. Em sua quase totalidade, gente humilde e trabalhadora, com rápida capacidade de recuperação, mas que precisa de ajuda nessa hora.

Não peço que esqueçam seus animaizinhos de estimação, menos ainda daqueles abandonados ou precisando de adoção; peço apenas que, durante este período, compartilhem um pouco de suas bondades também para os amiguinhos humanos desamparados, que não aceitam adoção, mas precisam desesperadamente de um quilo de alimento, uma roupa seca, um colchão e até de um abraço.

Podendo ajudar, entre e contato com a Defesa Civil, através dos fones 199 ou (51)3210 4219, ou sigam as atualizações através do twitter @rsdefesacivil
Em tempo: muitas das famílias desabrigadas também possuem amiguinhos de 4 patas com necessidades de alimentos e atenção nesse momento de dificuldade

domingo, 7 de agosto de 2011

Angry Birds No Ar

O post de hj vai para o meu amorzinho @jupolidance que ama essas duas coisas acima de mtas outras: Angry Birds e viajar. É pra ti, pequeninha

quinta-feira, 4 de agosto de 2011

Gaúcho faz New York Times Twittar em Português (digna de O Bairrista)

Eu amo esse sul de mundo

Nada como um dia após o outro com 24h no meio. Cadê o cinza, onde foram parar as nuvens e a tormenta que chegou logo após o sol se por?

Porto Alegre não tem habitantes, apensas sobreviventes.
Em tempo: aquela coisa amarela, avermelhada no fundo da foto se chama sol

terça-feira, 2 de agosto de 2011

Só pago se tiver negativa

Jantando com amigos, eis que chega a hora da dolorosa. Ao pedirmos, um dos circunstantes sugere ao garçon que ao trazer a conta, anexe as negativas de débitos, dívidas e protestos da empresa sob qual nome se submete o restaurante. Todos os demais ficam pasmos, inclusive eu, ao que ele complementa: "num mundo onde até os Estados Unidos estão dando calote, como é que eu vou saber que isso aqui não é uma instituição insolvente?"

Aí mesmo é que a coisa ficou menos compreensível. Como a mesa era feita de empresários da comunicação ele antecipou: "se você prestar um serviço para o governo federal, entregar o serviço e tiver todas as despesas para tornar isso possível, na hora de apresentar a conta, o governo vasculha teu cadastro e descobre que tua empresa tem lá uma pendência administrativa com a previdência; ato contínuo, não paga. Se vale pra eles, por que não vale pra todos?"

Pensem nisso enquanto eu vasculho minhas gavetas à procura de minhas negativas.

sábado, 30 de julho de 2011

Malditos Pôneis

Até mesmo os publicitários, às vezes, acertam. A nova campanha das pickups Nissan Frontier(Lew’Lara/TBWA) é direta até o último fio do rabo do maldito pônei. Diretamente em cima da concorrência, já que o personagem atolado sem poder sair do lugar pela falta de potência no motor da Toyota Hilux, ainda tem de passar pelo vexame de levar "un besito" do maldito pônei, que canta no carrosel com sua turma:"odeio barro, odeio lama, não vou sair do lugar..." Usar a técnica de spam, ameaçando o ouvinte de ficar com a musiquinha maldita na cabeça se não passar o video para 10 pessoas é genial. Se a curiosidade do internauta for maior, vai até a página da campanha e se vê obrigado a compartilhar suas informações pessoais do Facebook. Através dela, pode-se listar aquelas malas que vivem te enviando mensagens "lindinhas" que encerram com o mesmo tipo de ameaça. A "vítima" receberá spams dos Pôneis Malditos por 5 dias seguidos e, obviamente, vai replicar a campanha, pois a menos que acessem o aplicativo da rede social e compartilhem os amigos não conseguirão se livrar da maldição.

Discutível? Sim, mas quer saber o tamanho do acerto da campanha? Primeiro lugar nos TTs do Twitter na noite de estréia da campanha. Max Geraldo e Cesar Herszkowicz são os criadores e a direção é de Jaques Lewkowicz, Manir Fadel e Mariana Sá. A produtora é a Corporação Fantástica, com direção de cena de Marlon Klug. A trilha é da Satélite Áudio.

sexta-feira, 29 de julho de 2011

Jogo de Hóquei

5x4 não é escore para uma partida de futebol de campo. Até em futsal seria meio exagerado. Ora, que dirá em pleno Campeonato Brasileiro de Futebol, o mais disputado do mundo. Flamengo e Santos fizeram na quarta passada uma pantomima que não se repetirá, pelo simples fato de que fazia parte do espetáculo. O blogueiro Chico Costa, que escreve uma coluna esportiva, fez o seguinte comentário a respeito:"A verdade é que Santos e Flamengo jogaram futebol ‘à moda antiga’: ninguém marcou no meio campo. Sobrou espaço. Paraguaios e venezuelanos, por exemplo, não jogam nada, mas não costumam ser tão generosos com os adversários."

Desafio o Santos de Muricy ou  o Flamengo de Luxemburgo a entrarem em campo contra o Inter sem meio de campo como aconteceu na quarta-feira. Sim, a audiência televisiva agradece, mas apesar de Neimar e Ronaldinho, nenhum desses times ganharia sequer do rebaixado River Plate argentino, se entrassem em campo jogando daquela forma contra os argentinos. Vale o mesmo para o Cerâmica de Gravataí...

Sabemos que a visão gaúcha de futebol é diferente daquela que os cariocas possuem. Nosso objetivo é, e sempre foi, ganhar de meio a zero. O que vier a partir disto é lucro. Já, no centro o país, trata-se o futebol de campo como um espetáculo, onde interessa mais o aplauso e delírio instantâneo do que a conquista, os títulos. Se acreditarmos que o futebol virou uma opção para enlatados televisivos, OK, vamos aplaudir jogos com placares elásticos -estranho que na mesma noite São Paulo fez com Coritiba uma partida semelhante com escore quase tão improvável- sabendo que temos de abdicar de formar uma seleção nacional que traga o hexa, ou qualquer outra conquista internacional de vulto. Não esqueçam que o intervencionismo no futebol nos valeu uma quarto de século sem ganhar uma Copa do Mundo.

Querem o time dos bonitinhos da mídia? Escolham entre Flamengo, Santos e São Paulo os jogadores selecionados. Garantam esse vendilhão do Mano como treinador e vai rolar a festa. Só que jamais voltaremos a ver mundiais ou quaisquer outras taças dormirem no Brasil, para serem furtadas à socapa. Antes ganhar do decantado Milan de Pato e Ibrahimovic nos pênaltis do que perder de 5x4 para o enganador Flamendo de Ronaldinho Dentuço. Quem preferir placares de jogo de hóquei, que caia sentado nessa fria. E depois não reclame.

quinta-feira, 28 de julho de 2011

Como fala de Sandy sobre sexo anal repercutiu na imprensa brasileira

via Microcontoscos

O Globo: Saiba o que abre e o que fecha no Rio após a declaração de Sandy
Meia-hora: AHAM SANDY, SENTA LÁ!
Zero Hora: Sandy é gaúcha!
EGO: Sandy é vista comprando lubrificante em farmácia no Leblon
Valor Econômico: Sandy dá dicas de como não ter problemas com cheque
NOVA: 1 maneira de enlouquecer o seu homem na cama
Quatro Rodas: Sandy ensina como estacionar de ré
Super Interessante: Sexo anal pode levar raça humana à extinção
Capricho: Meninos do Restart apóiam Sandy
Caras: Xororó desabafa: queria tanto ser avô

Mundo cão até no sobrenatural

Saiu no Último Segundo
via @dgdg

O resultado de uma “cura sentimental” inusitada foi parar na principal delegacia de polícia de São Luís, na manhã desta quinta-feira (28). O curandeiro Memésio da Silva Furtado, de 52 anos, foi denunciado pelos crimes de estelionato e abuso sexual porque não conseguiu reatar o relacionamento amoroso de uma cliente, uma jovem de 22 anos. Segundo a jovem, o curandeiro a obrigava a manter relações sexuais com ele como se fosse parte de um trabalho espiritual para que ela conseguisse seu objetivo.

Agora vem a melhor parte...

O “tratamento” durou DOIS ANOS. Segundo a jovem, sem ter qualquer tipo de resultado. Ela e o namorado nunca mais se falaram. O curandeiro, pelas informações da vítima, dizia apenas que o “trabalho demandava tempo e paciência”. Ela perdeu a paciência na noite de quarta-feira (27) e nesta quinta-feira (28) fez a denúncia à polícia.

Santa paciência dessa cliente enganada por DOIS ANOS. Vai ser difícil algum tribunal condenar o autor da "pagelança", já que tudo indica ter a consumidora enganada apreciado a primeira fase do "tratamento"

E a Sandy finalmente contou o que a Maria Chiquinha foi fazê no mato

Klu Klux Klan na Rua da Praia?

De manhã cedo, chego na rua da Praia e vejo a inesperada procissão
 
Fiquei imaginando do que poderia se tratar. Um grupo radical norte-americano que abandonou as terras do Tio Sam depois da eleição de Barack Obama?

quarta-feira, 27 de julho de 2011

Sexismo puro travestido de femininsmo

De Gaulle tinha razão

O deputado italiano Mario Borghezio causou polêmica ao dizer que algumas das ideias do atirador norueguês Anders Behring Breivik são "boas" e outras são "ótimas". O militante de extrema-direita matou 76 pessoas na última sexta-feira, em um atentado a bomba contra a sede do governo da Noruega, em Oslo, e ao abrir fogo contra jovens do Partido Trabalhista (do governo) que se reuniam em um acampamento de verão na ilha de Utoya.

Temos aí algo que jamais aconteceria por aqui. O direito de alguém concordar com um atentado ocasionado por idéias de extrema direita. Aqui teve gente que morreu, aconteceram sequestros, teve gente com membro amputado, ou ficou com outras sequelas e coisa e tal em função de atentados da extrema esquerda e hj, os terroristas responsáveis pelos atentados estão no poder, inclusive na presidência da República.

É da democracia? Claro, tanto uma coisa quanto a outra. A diferença é que nos países onde a democracia é um assunto sério, existe direita e esquerda. Por aqui, isso é terminantemente proibido. Afinal este é um país torto, que atende a um pensamento único, que só tem um lado, onde até o representante máximo da elite dominante, o presidente da FIESP, se diz socialista. E fica por isso mesmo.

Decididamente não é um país sério, mas mta gente insiste que é.

terça-feira, 26 de julho de 2011

É DU CASSÃO

A Evolução da Educação.
Antigamente se ensinava e cobrava tabuada, caligrafia, redação, datilografia...
Havia aulas de Educação Física, Moral e Cívica, Práticas Agrícolas, Práticas
Industriais e cantava-se o Hino Nacional, hasteando a Bandeira Nacional antes
de iniciar as aulas...

Leiam relato de uma Professora de Matemática:
Semana passada, comprei um produto que custou R$ 15,80. Dei à balconista R$
20,00 e peguei na minha bolsa 80 centavo s, para evitar receber ainda mais
moedas. A balconista pegou o dinheiro e ficou olhando para a máquina
registradora, aparentemente sem saber o que fazer.
Tentei explicar que ela tinha que me dar 5,00 reais de troco, mas ela não se
convenceu e chamou o gerente para ajudá-la. Ficou com lágrimas nos olhos
enquanto o gerente tentava explicar e ela aparentemente continuava sem
entender. Por que estou contando isso?
Porque me dei conta da evolução do ensino de matemática desde 1950, que foi
assim:


1. Ensino de matemática em 1950:
Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00. O custo de
produção é igual a 4/5 do preço de venda. Qual é o lucro?

2. Ensino de matemática em 1970:
Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00. O custo de produção é igual
a 4/5 do preço de venda ou R$ 80,00. Qual é o lucro?

3. Ensino de matemática em 1980:
Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00. O custo de
produção é R$ 80,00. Qual é o lucro?

4. Ensino de matemática em 1990:
Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00. O custo de produção é R$
80,00. Escolha a resposta certa, que indica o lucro:
( )R$ 20,00 ( )R$ 40,00 ( )R$ 60,00 ( )R$ 80,00 ( )R$ 100,00

5. Ensino de matemática em 2000:
Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00. O custo de
produção é R$ 80,00. O lucro é de R$ 20,00.
Está certo?
( )SIM ( ) NÃO

6. Ensino de matemática em 2009:
Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00. O custo de produção é R$
80,00. Se você souber ler coloque um X no R$ 20,00.
( )R$ 20,00 ( )R$ 40,00 ( )R$ 60,00 ( )R$ 80,00 ( )R$ 100,00

7. Em 2010 vai ser assim:
Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00. O custo de produção é R$
80,00. Se você souber ler coloque um X no R$ 20,00. (Se você é afro
descendente, especial, indígena ou de qualquer outra minoria social não
precisa responder)
( )R$ 20,00 ( )R$ 40,00 ( )R$ 60,00 ( )R$ 80,00 ( )R$ 100,00

Relembrando uma realidade...
E se um moleque resolve pichar a sala de aula e a professora faz com
que ele pinte a sala novamente,os pais ficam enfurecidos pois a
professora provocou traumas na criança.

E Finalizando...
Essa pergunta foi vencedora em um congresso sobre vida sustentável.

“Todo mundo 'pensando' em deixar um planeta
melhor para nossos filhos...
Quando é que 'pensarão' em deixar filhos
melhores para o nosso planeta?"

Geração Y? Vocês só podem estar brincando

O tao do Tão

Estive no #Twittermix, em Bento Gonçalves onde aprendi muito sobre a importância das midias sociais... Estavam
no evento pessoas que conhecem o significado profundo - ou sabem utilizar com proveito, essas midias...Desde a jovem deputada federal  Manuela Davila, do PCdoB, a igualmente jovem, de 81 anos,  prof. Lea Fagundes.

 Lea  nos deu uma emocionante aula sobre o que um computador pode significar para uma criança de 10 ou 12 anos. Esteve também nesse encontro de 'mestres', o @volneyf, com um estudo mais específico sobre a chamada 'Geração Y'. E o equívoco de chama-la assim. 

Tudo isso, é claro acompanhado de conversas que se esticavam pelas madrugadas

Leia a íntegra  no blog do jornalista Tão Gomes http://www.taogomes.com/2011/07/sobre-o-tweetermix-pra-comeco-de.html?spref=tw

Só bluezeiro que sai?

É verdade a notícia que se espalha feito rastilho de pólvora dando conta que "a cantora Joelma da banda Calipso foi encontrada VIVA em seu quarto nesta manhã..."
Tá certo que a brincadeira é de gosto duvidoso, mas cantor de pagode e aché não fenece nem se escafede? Bah, só os que eu gosto, como a Amy é que duram pouco

segunda-feira, 25 de julho de 2011

Imprudência

Fiz algo que não se faz. Tipo adolescente. No sinal vermelho da Praia de Belas encosta um guri numa Z4 branca, chamando pro pau. Por algum instinto há mto engavetado, aceitei o desafio e pisei fundo no acelerador da possante em direção à Ipiranga, embora a Z4, mais leve e novíssima, já tivesse meia quadra de luz. Nem percam seu tempo perguntando quem ganhou a disputa. Quando chegamos no Palácio da Polícia já não via mais o bólido do pouca-prática no retrovisor